0
4 In Artigos/ Receituário

Feitiço Pague o que me deve!

Feitiço Pague o que me deve Hoodoo Simpatia para pagar Bruxaria

Nada melhor do que retornar das férias acertando as contas e colocando cada um em seu lugar. Se é verdadeira a expressão “promessa é dívida”, é ainda mais legítima se essa promessa envolver não só palavras ditas, mas também dinheiro emprestado! Então, se você emprestou uma grana e não obteve o que era seu de volta, o Feitiço Pague o que me deve é pra você 😉

Tradicionalmente no Hoodoo os feitiços para compelir alguém a te pagar são feitos com uma vela conhecida como “Diabo verde”. Trata-se de uma vela de formato que está muito mais ligada a uma das culturas mães do Hoodoo do que ao Diabo cristão propriamente dito.

Sabemos que Hoodoo não é Voodoo. E, por favor, que isso esteja muito claro! Mas, o fato é que sendo o Voodoo uma das tradições religiosas da qual o Hoodoo se originou, não mais lógico do que inúmeros elementos dessa religião tenham sido levados para a prática do Hoodoo.

Vemos um exemplo claro ao observar a ideia por trás da figura representada na vela do Diabo verde. Ali, além do simbolismo da cor verde (que no Hoodoo está relacionado ao dinheiro), temos um elemento ilustre, a figura do Diabo. Contudo, a pergunta que você deve estar se fazendo agora é:

Como o Diabo foi parar como um aliado espiritual

num trabalho no qual a maioria dos praticantes é cristã?

 

A resposta está nem uma das raízes que foram a base daquilo que veio a se tornar o Hoodoo, a saber: o Voodoo.

A figura do Diabo neste feitiço retoma então o culto Voodoo ao Senhor das Encruzilhadas, na figura de Papa Legba ou, ainda mais significativo, Elegua. Mas, antes que você comece a pensar que os referidos Loas (“entidades”) sejam demônios, considere os processos de sincretismo e o clássico interesse cristão na demonização de qualquer símbolo religioso que eles desconheçam.

Metaforicamente, Papa Legba está ali representando o caráter ativo de aliado espiritual. E, se o considerarmos como uma referência a Elegua, some-se a essa informação um caráter punitivo. Ou seja, o papel de um aliado que dirá: pague agora o que deve ou seja punido por isso! Essa interpretação se deve ao fato de Elegua ser também um trickster.

Mas não é somente nesse tipo de feitiço que os Senhores das encruzilhadas aparecem implicitamente relacionados. Você vai notar que a encruzilhada é um elemento chave no Hoodoo. É lá que as energias são movimentadas. É para onde recorremos no envio e dispersão de muitos trabalhos. Mas, sobre esse assunto, entrarei em detalhes num outro momento.

Por hora, tenham ciência de que o Diabo representado nessa vela retoma um significado muito mais plural do que essa figura mítica cristã, de cascos e chifres.

Saindo dos elementos simbólicos e voltando ao feitiço como um todo, devo te adiantar que…

 

Achar a vela Diabo verde aqui no Brasil é tão difícil quanto tirar leite de pedra!

 

Mas, não se desespere! A necessidade e escassez de recursos permeou a vida conjures e rootworkers ao longo da formação do Hoodoo nos EUA. E, em situações de escassez de material o que fazemos? Trabalhamos de forma coerente, obedecendo critérios de lógica e seguindo o simbolismo correspondente a essa prática.

É aí que entramos na vela verde simples. É exatamente dessa forma que inúmeros conjures fazem ao redor do mundo. Além disso, nesse tipo de feitiço, há quem trabalhe relacionando-o com os Loas. E há quem prefira trabalhar com outras entidades ou deidades. Como é o caso de São Mateus (relacionado – de acordo com a mitologia cristã – a coleta de impostos na antiguidade). Outros, porém, trabalham com Deidades pré cristãs que também retomam o caráter trickster ou punitivo.

Resumidamente, a ideia se baseia na escolha de uma Deidade ou entidade capaz de tomar a frente da cobrança, junto ao seu devedor. Fazendo com que este pague o dinheiro devido ou, caso contrário, tenha a vida lançada em desgraça.

Sabendo desses fatos, vou fazer uma última observação. Para manter esse feitiço mais próximo da maneira como ele é praticado por inúmeros conjures nos EUA, mantive as palavras-rituais no qual ele – também – se baseia. Essas palavras representam uma tradução não-oficial e de cunho interpretativo do trabalho de Catherine Yronwode. E podem ser apreciadas, no original, através do endereço: http://www.luckymojo.com/devil.html

 

Passo a passo de como fazer o Feitiço Pague o que me deve

Basicamente você vai precisar de:

  • 7 ou 8 velas verdes (dependendo de como será o resultado do feitiço)
  • Óleo Controle & Domínio
  • Alcaçuz (bem picadinho ou triturado, reduzido a pó)
  • 9 Pimentas vermelhas (seca e já triturada ou moída)
  • Tabaco (o mais puro e seco que você conseguir e bem triturado)
  • Papel para petição marrom (tipo papel kraft)
  • 1 prato ou pires

Comece num sábado. Pegue o papel para petição e escreva o nome do devedor 9 vezes. Esse nome irá representar a pessoa em si. Gire o papel num ângulo de 90º e escreva 9 vezes uma frase de ordem bem objetiva tipo: “Pague meu dinheiro”. Essa frase formará uma cruz se contado o nome do alvo que está escrito abaixo. E, atenção:

Não coloque seu nome, somente o da vítima-alvo!

 

Passe o Óleo Controle & Domínio sobre essa petição. Reserve.

Conjure as Pimentas vermelhas para que elas importunem a vida do devedor até que ele te pague o que deve! Conjure-as para que trabalhem para que a vítima-alvo se sinta pressionada, perturbada, perseguida, e para que ela não tenha paz na vida até que te pague.

Conjure o Alcaçuz para que ele force, obrigue, seu devedor a te dar o que é seu por direito!

Conjure o Tabaco para que eles façam seu devedor se curvar perante a ordem de pagamento, obedecendo a ordem.

Esfregue a Pimenta, o Tabaco e o Alcaçuz na petição. Coloque a petição debaixo de um prato ou pires emborcado para baixo.

Vista apenas 1 das velas verdes com o óleo Controle & Domínio e role a vela sobre o pó dessas ervas que você já conjurou.

Acenda a vela no meio desse mesmo prato que está virado. Ao acendê-la, peça ao Deus de sua preferência que coloque essa pessoa sobre seus pés, obrigando-o a cumprir com seu dever de pagar o que te deve.

Obs.: Você lembra que eu falei sobre o tipo de Deidade ou entidade relacionada a esse trabalho? Então, você fará uma escolha de com qual Deidade ou entidade irá trabalhar. Toda a informação relacionada ao simbolismo desse trabalho era para que sua escolha fosse bem feita agora, ok?!

Deixe a vela queimar um pouco. Depois, pegue cuidadosamente a petição que está debaixo do prato. Segure-a próximo da vela e diga as palavras abaixo. Porém, nesse momento, pegue a petição e deixe queimar uma pontinha dela na chama da vela,

Enquanto diz a encantação abaixo:

 

“Deus (diga o nome do tal Deus ou entidade), eu busco o que é verdadeiramente meu!

Até que fulano (diga o nome da pessoa que te deve) me devolva o valor que me deve,

Faça-o sentir a picada de sua consciência;

Faça-o queimar com fogo do remorso;

Faça-o provar na sua boca apenas cinzas do desgosto;

Faça-o sonhar com o mal que ele me fez;

Faça-o lembrar de sua dívida comigo,

Sempre que ele pensar em dinheiro,

Sempre que ele ouvir a palavra “dinheiro”,

Sempre que olhar para notas de dinheiro,

Sempre que ele tocar em dinheiro.

Que fulano (diga o nome do devedor) me pague agora o dinheiro que ele me deve

Ou que a vida dele queime em desgraça!”

Guarde a petição novamente debaixo do prato e deixe a vela queimar até o final.

Repita esse processo por 7 dias. E, durante a semana, entre em contato com essa pessoa. Fale de forma incisiva para que ele te devolva o que te deve.

Todas as vezes que for fazer o feitiço (e é necessário fazer em dias seguidos) você não precisará reescrever a petição. Você deve usar sempre a mesma e ir queimando somente uma pontinha na chama de uma das velas verdes, já vestida com o óleo Controle & Domínio.

 

Se até o 8º dia (que também será um sábado) a pessoa não te devolver o seu dinheiro…

 

Faça um 8º , e último, dia de feitiço. Porém, dessa vez, você também poderá conjurar o tabaco para que ele leve infortúnios e desgraças à vida do seu devedor. As demais ervas são conjuradas da mesma forma que antes.

Ao terminar de dizer a encantação acima, você dirá o seguinte:

 

“Deus (diga o nome do tal Deus),

Faça Fulano (diga o nome da pessoa que te deve) arder em desgraça,

Até que ele caia no chão aos meus pés,

Com o braço erguido e as notas de dinheiro na mão,

Me implorando para recebê-las!”

 

Finalize o feitiço queimando totalmente a petição na chama da vela e deixando que a vela seja consumida até o final.

 

(crétitos da imagem: https://www.etsy.com/listing/213375582/krampus-christmas-

devil-beeswax-candle?ref=sold_out-11#)

You Might Also Like

4 Comentários

  • Reply
    Douglas Rainho
    5 de fevereiro de 2018 at 13:31

    Quero muito um estoque dessa vela rs… Quando tiver disponível, já reserva um lote.
    Excelente Jess!

    • Reply
      Jess
      5 de fevereiro de 2018 at 16:21

      Pode deixar, Douglas! Está garantido!!! rs

  • Reply
    Fernanda
    29 de junho de 2018 at 12:36

    oi!! Jess adoro o teu trabalho!!!
    Bom vc poderia me dar uma dica sobre um feitiço para tirar
    uma pessoa do emprego, tipo ela ocupou uma vaga que eu gostaria de ocupar, vou me formar daqui
    a dois meses e ai como precisavam do funcionario antes contrataram essa moça nao tenho nada contra ela nem quero
    o nada de ruim para ela só q preciso dessa vaga é mudança de setor entendi eu já trabalho na empresa e com a minha formatura vou poder ocupar a vaga!! bom mais a situação é que preciso tirar ela, tem algo que posso fazer?
    Obrigada

    • Reply
      Jess
      30 de junho de 2018 at 14:44

      Obrigada pelo carinho, Fernanda! Fico feliz por isso ^^
      Então, você me permite uma sugestão? Ao invés fazer um trabalho para essa vaga especificamente, considere a possibilidade de fazer um trabalho para conquistar a melhor e mais vantajosa vaga de emprego para você. Digo isso porque, às vezes, ficamos muito focados em uma opção, porque talvez tenhamos a crença de que não há outras oportunidades ou de que não há oportunidades tão boas. Contudo, a Magia é uma chave para portas. E essas portas ampliam nossos horizontes e atraem as oportunidades que nos cercam. Pode ser que, fazendo um trabalho para conquistar a melhor e mais vantajosa vaga de emprego pra você, você se depare com uma opção ainda melhor que essa que você tem focado. Deixe que o universo te comprove isso que estou dizendo. Feche seus olhos, conjure seus curios e acenda suas velas. A oportunidade virá.
      Grande abraço!

    Dê sua opinião!