0
0 In Reflexões

Você escolhe com medo ou com Inspiração? A voz de seu animal de poder

Inpiração Animal de poder Totem Xamanismo

Já reparou que nos momentos de maior tensão e estresse fazemos escolhas sem ouvir nossa intuição? Parece até que é exatamente nessa hora, em que mais precisamos nos ouvir, que aquela voz da sabedoria (a voz do nosso guardião, do nosso Animal de Poder) não surge e intervém a nosso favor.

 

Pensando do ponto de vista biológico, podemos dizer que essa ausência de resposta ou conexão acontece devido ao nosso medo frente a uma situação de estresse. Na verdade, o medo é uma reação física ancestral. Ele está ligado ao nosso instinto de sobrevivência.

 

No passado, o homem necessitava dessa reação fisiológica. Ela era gerada pela tensão e pelo estresse e servia para que nossos ancestrais pudessem sobreviver às constantes ameaças de animais e do próprio meio em que viviam. O medo servia, então, para nos fazer respirar através da movimentação torácica. E a função dessa respiração era nos preparar para o combate.

 

Porém, hoje em dia, uma respiração desse tipo acaba drenando nossas energias. Ela gera tensão, confusão mental e ansiedade, já que o combate físico real (para o qual ela originalmente se prepara) nunca vem.

 

A respiração que gera uma conexão com as forças que te orientam, ou seja, a respiração das decisões sábias é a respiração realizada com foco no músculo diafragma. Essa respiração ocorre pela movimentação da barriga. E é aquela que deveria estar em nosso dia a dia nas horas difíceis. Tal respiração te coloca em um estado de relaxamento natural. Permitindo, assim, que você esteja receptível ao fluxo de inspiração e possa fazer escolhas com sabedoria.

 

Vale dizer também que, se pensarmos no significado da palavra, vemos que “inspiração” por si só já indica uma conexão. A palavra “inspiração” significa a infusão da vontade divina na consciência humana. E, independentemente de esse “divino” ser uma consciência que exista fora de nós ou no nosso universo interior, sem dúvidas, essa é uma forma de conexão com pensamentos prósperos.

Mas, para que tal conexão ocorra é preciso aprender o seguinte esquema:

 

Respirar para se acalmar.

Se acalmar para se inspirar.

E, na inspiração, ouvir a voz da alma.

 

Sendo assim, priorize a calma dos pensamentos e da alma para, assim, se conectar com as forças superiores que te protegem… Aquelas que verdadeiramente te orientam.

 

Dentro de cada prática há uma forma de buscar essa conexão. Posso dar como exemplo o Xamanismo, onde encontramos a prática da conexão com seu animal guardião, seu animal de poder. Descobrir seu guardião envolve muito mais do que simplesmente ter afinidade com algum animal. Vai além do gostar. Na verdade, seu animal totem é quem te escolhe, e não o contrário. Naturalmente você possui características dele, algumas bem nítidas, outras porém, ainda aguardando para serem desenvolvidas.

 

Permitir-se ser “tocado” por seu animal de poder é abrir as portas para ter consigo um grande aliado. Tanto nos momentos em que você fará suas escolhas de vida, como também na sua proteção e desenvolvimento espiritual diários, ele será seu guia.

 

Terei grande prazer em um outro momento deixar aqui um exercício de relaxamento para descoberta do seu animal totem. Por hora, vale adiantar: sempre que puder, silencie seu corpo, para que assim você aprenda a ouvir o que sua alma animal tem a dizer.

 

Muita paz pra você!

You Might Also Like

Sem comentários

Dê sua opinião!